E-book

Serviços

Finanças

Dicas

Insira o seu e-mail ao lado e fique por dentro de todas as atualizações do blog:

Categoria: Textos

Crônicas | Tudo tem a hora certa

06 março 2018

Já está quase na hora de dormir já passou da meia noite, e eu medi na minha cabeça que deveria ler novamente o último SMS que você me mandou. Depois de tanto tempo, não entendi muito bem o porquê você me enviou essa mensagem falando que está com saudade.

Abri um longo sorriso bobo. Maldito sorriso! Obviamente eu não vou te responder tão rápido, ou talvez nem te resposta para você não achar que é tão importante! Mas, você é.

Você não imagina a quantidade de vezes que eu já me julguei por ser assim, ou de quanta se vezes eu já tentei entender esse sentimento que para mim é como as estrelas que mesmo que ainda brilhem, porém não existir mais.

Você sempre me prendeu em um labirinto de emoções posso até comparar esse meu sentimento com aquela sensação que temos quando estamos em uma montanha russa – da aquele friozinho na barriga,  mesmo assim ainda é gostoso.

Eu ainda tenho sentimentos por você! Droga…

Sinto saudade do seu cheiro, do jeito em que você me beija e toca minha pele me fazendo querer mais desse seu carinho. Acho que o nome disso é saudade.

Eu queria tanto ficar conversando com você por horas, mas aprendi nessa vida que quando a gente quer algo a mais deveríamos ir bem devagarzinho. Dizem que é para não assustar, não sei.

Acho que no fundo, todo mundo quer se sentir especial. E é assim que eu me sinto com você.

Preste atenção nas dicas que a vida dá

28 dezembro 2017

Andamos tão preocupados em reclamar das coisas ruins acontecem em nossas vidas, tão determinados e certos de culpar ao próximo pelas nossas dores que acabamos não vendo que tudo é resultado de nossas escolhas e que as melhores coisas de nossas vidas foram as lições que aprendemos com as coisas ruins que nos aconteceram.

Choramos por perder quem amamos, mas não paramos para pensar que talvez a partida tenha sido o melhor remédio para trazer a felicidade. Nem sempre pensamos no quanto somos egoístas e egocêntricos tentando fazer com que todos prestem atenção em nós, esquecendo que o mundo não é só eu ou você, mas sim todos, todos aqueles que você ama, gosta, admira, odeia e até os que ainda não conhece.

Mas um dia acordamos e percebemos que nossa vida é boa, e que existem muitos outros em situações piores, mas que não se lastimam ou maldizem, e sim, sorriem! Simplesmente sorriem, por estarem vivos não com tanta saúde, amigos ou felicidade, mas por simplesmente poderem olhar para o céu e ver um lindo sol.

Se você tropeçou hoje, não fique triste, talvez a vida apenas queira te ensinar a desviar do buraco para que você não caia quando passar pela calçada amanhã. Se disse algo errado hoje, talvez da próxima vez irá pensar melhor antes da raiva encher seu coração.

Nem sempre a vida é tão boa, mas ela nunca tira de você algo que não se possa recuperar ou superar. Então sorria, pois hoje o dia pode estar nublado, mas amanhã, ele estará limpo, o sol vai nascer de novo e sem nenhuma nuvem para te impedir de senti-lo em seu rosto. Sempre haverão oportunidades, desde que você aprenda a respirar e ir com calma…

Não precisa ter medo de desistir

29 novembro 2017

Durante toda essa minha caminhada para me reencontrar decidi que era necessário desistir de algumas coisas. Aprendi que desistir não era um sinal de fraqueza e sim de cansaço.

Cansaço esse quem é consumia ao longo do dia e mal me deixava sair do sofá depois de um dia todo trabalhando, estudando e ouvindo reclamações.

Eu estava cansada. E meu Deus como eu já repeti isso para vocês. Talvez antes eu não tivesse percebido o quanto eu estava destruída e exausta.

Talvez a palavra novembro surja bem mais de uma vez aqui.
Nesse momento pegando os cacos que sobraram para reconstruir com fitas adesivas estou reencontrando os melhores pedaços para montar o que um dia eu fui. Aquela pessoa que mesmo depois de muita tempestade eu conseguia me recuperar. Eu sei, entender o que se passa na nossa cabeça em meio à tempestade e muito difícil porém antes isso não me desanimar.

O meu retorno aqui é nada mais do que um pedacinho dos cacos que eu estava querendo reconstruir e consegui encaixar em mim mesmo, ainda um pouco incompleto porém totalmente meu.

Em novembro eu me superei mais do que imaginava, consegui superar uns obstáculos, consegui reconstruir conceitos, consegui me entender melhor e tudo isso em menos de um mês!

Agora, que chegue Dezembro e que coisas maravilhosas chegue junto!

1 2 3